Traumas de infância e o reflexo na vida adulta

Traumas de infância e o reflexo na vida adulta

Tudo o que é vivido na infância tem grande influência na vida adulta.

A vida de uma criança pode ser comparada a um livro em branco que está prestes a ser preenchido e escrito pelos cuidadores e o ambiente que está inserido.

Isso significa que tudo aquilo que for presenciado e escutado nessa fase será absorvido e guardado, porque a criança não tem o discernimento de saber filtrar o que é bom ou ruim, e assim, armazena na memória todos os acontecimentos, sem qualquer avaliação sobre aquilo.

🤯Essas "absorções mentais" se tornam crenças negativas e limitantes sobre si mesmo, que se manifestarão somente na vida adulta e trarão prejuízos psicológicos, como a ansiedade, o medo, a insegurança e até transtornos psicológicos como algumas consequências das experiências vividas. Além dos mecanismos de defesa que desenvolve para se "proteger" o tempo todo dos "perigos que o mundo apresenta."

Com isso, o indivíduo que sofre com traumas costuma tende a ser menos tolerante, ter medos excessivos, dificuldades para conviver em sociedade, se relacionar, apresentam baixa autoestima e agressividade.

💡É importante entender que os traumas na infância precisam ser levados a sério.

Quem sofre com esses danos dificilmente consegue resolvê-los sozinho.

Diante de todos os prejuízos que esse problema gera para a vida da pessoa, é essencial buscar ajuda profissional para que se consiga ressignificar as experiências negativas.

▪Juliana Vieira | Psicóloga Clínica Agendamento Online (16)99228-0704

Usamos cookies que armazenam informações suas com o objetivo de melhorar sua experiência com nossos serviços, de acordo com nossos Termos de Uso.