Automutilação na adolescência: como ajudar? Parte Vl

Automutilação na adolescência: como ajudar? Parte Vl

Se você está querendo ajudar esse jovem, o principal fator que vai levar você a desenvolver essa confiança, será a escuta empática. Mas o que é escuta empática?

Escuta empática para automutilação na adolescência

Trata-se de você sentar e escutar esse adolescente, com toda a atenção do mundo, sem qualquer tipo de pressa ou sem qualquer tipo de compromisso. Dessa forma, você se foca integralmente no que o outro está dizendo para você.

Pergunte como ele tem se sentido, como é que tem sido a sua rotina nos últimos dias, se tem pensado em morte ou em se machucar etc. Nesse ponto, começamos a falar sobre um tabu que existe na nossa sociedade de que falar sobre automutilação e suicídio incentiva que essas coisas aconteçam.

Mas isso não é verdade! Ao contrário, falar sobre automutilação abre uma porta para que o adolescente fale sobre o seu sofrimento e busque ajuda.

Incentive o adolescente a buscar ajuda

Depois da escuta ativa, a segunda forma de ajudar o adolescente que está se automutilando é você incentivar e ajudar esse jovem a encontrar ajuda especializada. Ou seja, psicólogos e psiquiatras! Esses dois profissionais podem realizar um diagnóstico adequado da situação e entender quais são os motivos que estão levando esse jovem a se automutilar.

Dessa forma, permitindo identificar estratégias para que a automutilação deixe de acontecer e, principalmente, descobrindo o que está levando essa automutilação a ocorrer.

Continua...

Usamos cookies que armazenam informações suas com o objetivo de melhorar sua experiência com nossos serviços, de acordo com nossos Termos de Uso.