Compulsões

A compulsão é um comportamento que pode ser consciente ou inconsciente e faz com que uma pessoa faça alguma coisa de forma incontrolável e repetitiva que a princípio dá prazer, mas depois pode trazer culpa.

Os comportamentos compulsivos ou aditivos são hábitos aprendidos e seguidos por alguma gratificação emocional, normalmente um alívio de ansiedade e/ou angústia. São hábitos que já foram executados inúmeras vezes e acontecem quase automaticamente.

🧠 O nosso cérebro funciona para repetir situações que nos trazem prazer. Trata-se de um circuito de recompensa que movimenta -se em todas as situações prazerosas que conseguirmos viver.

Exemplo: comprar uma roupa bonita, essa ação traz prazer ( satisfação) vamos querer repeti-la novamente, pelo prazer.

Isso vale para comida, para o sexo e muitas outras experiências que são prazeirosas.

A causa dos comportamentos compulsivos pode se apresentar por diversas variáveis são elas: -vulnerabilidades e predisposições por características familiares (aprendidos no seio familiar)

- hábitos adquiridos em consequência à situação de extrema insegurança e ansiedade.

-razões individuais e relacionados às vivências do passado e a estrutura psicológica pessoal.

- razões biológicas, de acordo com o funcionamento orgânico e mental.

Há vários tipos de compulsão:

🔹Compulsão alimentar

🔹Atividade física compulsiva

🔹Compulsão por trabalho

🔹Transtorno compulsivo por compras

🔹Compulsão por jogos

🔹Onicofagia (roer as unhas).

🔹Tricotilomania (arrancar os cabelos)

🔹Compulsão por mentir

🔹compulsão sexual

🔹compulsão de qualquer tipo de droga

🔹Nomofobia (pelo uso do telefone celular ou “no mobile phone fobia” fobia de não estar com o telefone).

Como identificar se estou de fato vivendo o mecanismo da compulsão?

🔹Se há descontrole e a sensação de perda de controle sobre o ato.

🔹Repetição: sequência desse comportamento se dá no seguinte ciclo: Compulsão, estímulo e recompensa.

🔹Parece ou estabeleceu um vício

Vale ressaltar que a terapia pode ajudar amenizando ou acabar com o ato compulsivo, em alguns casos é necessário acompanhamento psiquiátrico e uso de medicações.

Usamos cookies que armazenam informações suas com o objetivo de melhorar sua experiência com nossos serviços, de acordo com nossos Termos de Uso.