Ansiedade de Separação

É caracteriza pelo medo ou ansiedade excessiva relacionado a separação de casa e suas figuras de apego. Assim, essa separação gera sofrimento bem antes de acontecer o afastamento, manifestando preocupação persistente, temor, principalmente, envolvendo a perda ou perigos (doenças, ferimentos, desastres, etc.) que poderiam ocorrer às figuras de apego (pai, mãe, marido) em sua ausência e até mesmo consigo mesmo (ex. perde-se, ser sequestrado, ficar doente). Devido a isso, a pessoa passa a desenvolver uma relutância em sair de casa, ir pra escola, trabalhar devido ao medo, resultando em prejuízos em diferentes esferas da vida do sujeito. Contudo, podem apresentar também pesadelos repetitivos sobre a temática, sintomas somáticos (dores abdominais, náuseas, dores de cabeça, etc.). E é um transtorno muito comum em crianças (DSM-V).

Psicóloga Maria Eduarda de Freitas -  CRP 04/50825