Sobre o distanciamento social nessa pandemia: não estamos sós!

Mais quinze dias de distanciamento social.

Como estão vocês?

Por aqui vou agradecendo a cada dia pela saúde dos que amo, da minha família e dos meus amigos. É um momento bem difícil pra todos, mas a vida é assim. Temos que ter força e fé para sempre seguirmos em frente, aceitando aquilo que não podemos mudar e nos adaptando a essas situações adversas. Como sabemos, sobrevivem àqueles que tem essa capacidade de adaptação. De que adianta nos revoltarmos, reclamarmos se o saber científico nos impõe que esta é a melhor forma de enfrentarmos essa pandemia agora. Urge pensarmos na nossa sobrevivência individual e coletiva, pois a nossa vida é o "bem" que temos de mais precioso. Continuemos orando por aqueles hoje sofrem e por aqueles que perderam seus familiares. Preocupo-me também com as famílias mais carentes que estão passando por necessidades econômicas para sobreviver. É claro que somos bombadeardos e afetados por esse contexto que nos deixa apreensivos, temerosos, saudosos...somos humanos! Natural que existam dias que fiquemos tristes, pensativos, ansiosos, angustiados. Não queríamos estar passando por isso! Mas, termino essa reflexão com a frase da nossa grande Gestalt Terapeuta Karina Fukumitsu: "a vida não é do jeito que a gente quer". Tudo passa nessa vida! Que sejamos capazes de transformar a dor e o sofrimento desse momento em aprendizados que nos tornem seres humanos melhores, mais solidários, mais conscientes da interdependência de todas as coisas e de todas as pessoas. Porque viver é conviver, e nossa saúde física/ mental é fruto muito mais da forma como existimos nesse mundo. Jorge Ponciano Ribeiro diz: "somos o mundo e o mundo somos nós".

Desejo a todos muita paz e fé nesse momento. Só nos resta esperançar...e unirmos forças para vencermos juntos esse momento.

Vamos que vamos, acreditando sempre e nos dando

as mãos, mesmo que a distância, construindo uma corrente invisível mais muito forte de amor, porque só o amor nos torna imbatíveis e vencedores. Infelizmente em toda guerra perdemos vidas! Mas, continuemos sempre lutando para salvar vidas! Deixo aqui minha homenagem a todos os profissionais de saúde e gestores que estão a frente nessa luta.

Somos só gratidão!

Usamos cookies que armazenam informações suas com o objetivo de melhorar sua experiência com nossos serviços, de acordo com nossos Termos de Uso.