Resiliência e Saúde Mental

Sabe-se atualmente que a Resiliência é uma das características mais importantes que a pessoa deve ter para dar conta das adversidades e incertezas que esta vida moderna nos reserva. Quem que um dia não esteve diante de uma situação inesperada que  causou sofrimento, perdas, decepções, frustrações, prejuízos financeiros etc? A vida é assim, e por isso temos que desenvolver formas de lidar melhor com essas situações adversas, enfrentando-as com inteligência emocional e equilíbrio, não nos deixando afetar por pensamentos negativos ou sentimentos de desesperança diante desses infortúnios. SER resiliente é ter essa força interna que move o indivíduo para fazer do "limão uma limonada", possibilitando dar a volta por cima em momentos difíceis, transformando "cactos e espinhos" em aprendizagem para a vida ou em novas perspectivas de viver.  Existem pessoas mais resilientes que outras? Sem dúvida, porque somos diferentes na nossa forma de ver o mundo e como significamos nossas experiências de vida, além do que  temos diferentes  estruturas de personalidades muito influenciadas pela hereditariedade, vivências infantis, educação etc.  Cada um de nós tem uma singularidade que nos faz reagir de uma forma ou de outra diante das adversidades da vida. A Resiliência, desta forma, é uma característica que nos torna pessoas mais adaptáveis e capazes de enfrentar os percalços  que a vida nos impõe, nos permitindo ser pessoas mais otimistas, destemidas e desafiadoras que se autorresponsabilizam pelo enfrentamento e soluções de problemas com proatividade, não permitindo se deixar afetar pelas  circunstâncias desfavoráveis. Desta forma, SER RESILIENTE  predispõe, sem dúvida, o indivíduo a  ter mais inteligência emocional e ser mais saudável emocionalmente para lidar com conflitos e frustrações. Como diz o ditado:  o mais importante não é o problema, mas a forma como reagimos a esse problema. Tudo tem a dimensão e importância que  atribuimos. Assim, para a sua saúde mental seja resiliente!