Autoconhecimento e saúde mental na perspectiva da abordagem gestáltica

O autoconhecimento, sem dúvida, fortalece a sua Saúde Mental. Ao  desenvolver o seu autoconhecimento ele vai lhe fortalecer  como pessoa e ser humano, sendo capaz de  fazer você lidar melhor com suas vulnerabilidades, insatisfações, frustrações, e imperfeições, ao mesmo tempo que  lhe proporciona enxergar suas qualidades e potenciais.  Esse diálogo consigo mesmo entrega conscientização, autorresponsabilidade e escolhas mais assertivas  no presente, lhe proporcionando viver  de forma a entender suas próprias necessidades sem esquecer de ajustar-se criativamente às pessoas e ao contexto em que vive. Ter Saúde Mental, na visão da Gestalt Terapia, é, então, assumir-se enquanto pessoa, delimitando seu espaço e  favorecendo seu auto-suporte, permitindo-se, assim,  se auto-regular organismicamente, entrando em contato com o outro e com o mundo de forma saudável, praticando viveres e relacionamentos ricos em trocas nutritivas e reciprocidades, sem qualquer tipo de dependência ou manipulação para atender suas necessidades próprias.  Desta forma, a Saúde Mental,  segundo a  Abordagem Gestaltica, determina  contatos ricos em presença, consciência, diálogo, espontaneidade, onde as fronteiras pessoais  são mantidas, acontecendo uma integração natural e holística corpo x mente x  x sentimento x ambiente (YONTEF).

Assim , Saúde Mental na Abordagem  Gestáltica é a consequência clara da conscientização  de nossas necessidades ( autoconhecimento) para que possamos nos regular e assumir a responsabilidade do que está acontecendo com  a nossa própria existência em contato com o outro e com o meio.  

Usamos cookies que armazenam informações suas com o objetivo de melhorar sua experiência com nossos serviços, de acordo com nossos Termos de Uso.