Carta aos lacerados!

Carta aos lacerados!


Estamos longe de ser esses inabaláveis e incansáveis sujeitos do “pensamento positivo”. Bordejamos com as situações de crise o tempo todo e andamos por uma estrada acidentada, imersos em nossas contradições, incertezas e fragilidades. Não precisamos nos envergonhar disso!! Essa é a realidade compartilhada pelo humano! Mesmo nas melhores e mais sorridentes selfies, sob moldura de lindas paisagens, cercados de gente, ali existem pessoas atravessadas por ruínas de múltiplas demolições, buscando lá dentro constante reconstrução e ressignificação. Foram laceradas e encararam as suturas. Portanto, se você desmorona hoje, renove-se ao lembrar dos sonhos que te colocaram em movimento lá no início de tudo. Descanse um pouco, faça uma pausa, reposicione as peças no tabuleiro e tente outra vez! Hoje é outro dia, novo presente à vista!

Usamos cookies que armazenam informações suas com o objetivo de melhorar sua experiência com nossos serviços, de acordo com nossos Termos de Uso.