Perguntado em 16/05/2021

Tenho 32 anos solteiro moro sozinho já tenho minha independência já fiz muitas coisas já construí uma casa vendi tudo mudei de cidade moro atualmente nela longe de qualquer familiar tenho vontade de viver o novo e me transformar em alguém melhor mais sinto que não tenho amor mesmo eu tendo empatia compaixão por outras pessoas o que será que eu tenho que eu não consigo evoluir o que falta pra mim tenho dinheiro tenha uma certa bagagem mais ainda não me encontrei profissional espiritual e nem geograficamente tudo que passei até hj parece que eu não passei me parece que não tenho nada em minha mente sinto minha mente vazia eu esqueço ou parece que não tenho nada na minha cabeça não uso drogas e nem nada o que eu faço pra mudar isso todo mundo fala de objetivo mais qual objetivo que eu quero eu não sei não consigo eu tenho muitas vontades mais não consigo focar nenhuma quando consigo atingir algum já não tenho mais a msm euforia que tinha antes de conquistar eu tô louco o que eu faço

Felipe Rocha Prazeres, Psicólogo(a), Maceió
Maria de Fátima Nogueira dos Santos, Psicólogo(a), Goiânia
WALTER OLIVEIRA SANTOS, Psicólogo(a), São Cristóvão
Tatiane Pereira Martins, Psicólogo(a), São Paulo
José Nilton da Silva, Psicólogo(a), São Bernardo do Campo
13 respostas

É uma precipitação, imprudência e irresponsabilidade profissional, tecer comentários os avaliações subjetivas, tendo por base sua descrição. Psicoterapia não é achismo, nem orientação. Se desejar encontrar suas respostas vai necessitar de tempo, paciência e uma boa dose de disponibilidade para conhecer-se melhor. Suas respostas estão em você mesmo...

Você é um ser humano em um mundo de mudanças rápidas e constantes!Um mundo que o humano se encontra num vazio existencial!Até agora a corrida foi para ter e produzir e consumir, mas o humano também e principalmente é ser de emoções, de sentimentos e história. Continue nesta busca pelo seu ser, tenha paciência e coragem!Esta viagem é difícil e as vezes uma grande loucura.Não desista!Vera que vale a pena se conhecer e ser neste mundo.

O processo de se encontrar demanda tempo e dedicação, existe algumas frustrações que são criadas por espectativa não alcançada, geralmente ao criarmos espectativa esperamos ser correspondido, quando não somos, entramos em crise que muitas vezes interferem em toda nossa vivência, é muito importante você procurar um profissional para lhe ajudar a se achar novamente.

Olá, Você trouxe algumas queixas, contudo o que me chamou atenção foi com uma sensação de não pertencimento, refere não se encontrar profissionalmente, espiritualmente, geograficamente. A psicoterapia pode te ajudar no processo de autoconhecimento, compreender suas frustrações, entender seus sentimentos, desejos e objetivos, assim como te ajudará no processo de decisão. O autoconhecimento é um pilar importante para que possamos ter um bom relacionando com a gente e com o outro. Comece pelo porquê! Uma imersão sobre sua história te ajudará a compreender melhor sua individualidade. #tatianemartinspsi

Primeiro respire! Sua ansiedade está tão alta que até na escrita você não da pausa, pergunte a sí mesmo, porque me puno? O prazer não está em grandes conquistas materiais, o prazer que nos faz sublimar se encontra em pequenas situações cotidianas que certamente você está deixando de vivenciar, descole passado e futuro de suas preocupações e priorize a sua consciência presente, respire! Se atenha as suas necessidades mais primárias e valorize cada instante, enxergue seu semelhante e se compadeça, a empatia e o amor ao próximo nos faz grandes e agradecidos por nossa existência.

Olá! Acredito que o caminho mais eficaz para você seja a psicoterapia, porque você poderá entender o que se passa em você, não é possível dizer do que se trata sem ter um conhecimento mais completo da sua história, o que é possível na psicoterapia. Mas de qualquer forma esse sentimento de confusão pode acontecer com qualquer pessoa, então não se julgue "louco" por não saber qual caminho seguir! Todos nós passamos por momentos de dificuldades e confusões, e você não precisa passar por isso sozinho então não hesite em buscar ajuda! Abraços, Laine Barbosa

Olá! Como está? Se quiser conversar a respeito, estou aqui!

Certamente você está precisando encontrar respostas, e elas estão dentro de você, porém só um profissional habilitado poderá encontrar uma forma de conduzir você a essas respostas. Converse com um profissional.

Olá! Seja bem vindo ao “universo das dúvidas”, espero que você esteja bem. Só para entender melhor a sua existência, atualmente você está com 32 anos de idade, mora sozinho e longe da família. Situação financeira estabilizada, cheio de sonhos e realizações, no entanto, se sente perdido, e a vida parece não fazer muito sentido. É ISSO MESMO O QUE ENTENDI? Às vezes queremos compreender tudo a nossa volta, queremos dar conta de tudo sozinho, lutamos, corremos, conquistamos, mas sempre ha um vazio interno, que nos deixam inquietos, inseguros e desmotivados. Mas é preciso analisar cada situação de forma individual, pois cada coisa é parte de um todo e você é parte desse todo. Quando você entender e aceitar esse fato, você deixará de senti separado, e perceberá que jamais poderá afastar desse todo, porque viver é colocar em prática tudo que você tem aprendido, sem permitir que tudo que aprendeu, fique em vão, saberes sem consistência. A questão da empatia, de identificar com outra pessoa, de senti o que ela sente, de compreender, é essencial em toda forma de relacionar. Você relata que ainda não se encontrou profissionalmente, geograficamente e nem espiritualmente. Certo, tudo tem o seu tempo. O que você realmente deseja fazer? Quais são os seus objetivos e metas? Seus objetivos são possíveis? Porque você quer conquistar o que deseja? O que você gosta e não gosta? O que deseja amar? Uma semente não cresce, até que tenha sido plantada e cuidada,assim como uma pessoa não se expande e não encontra no ambiente certo, cercado de: amor e compreensão. Nestas condições tudo começa a acontecer e as mudanças surgem rapidamente. Não se prenda ao passado, no momento certo você recordara de algumas lembranças, você não está louca, talvez por questão de proteção, você tenha bloqueado algumas passagem da sua vida. A questão da espiritualidade também precisa ser entendida, compreendida, o que você espera encontrar? Espiritualidade, é a prática do amor universal, família, religião são formas diferente de ensinar e praticar os ensinamentos do amor universal. Espero ter entendido e contribuído um pouco com suas dúvidas.

Boa tarde. Não se sinta diferente pois tem muitas pessoas com o seu mesmo sofrimento. Primeiro passo é vc procurar ajuda com um profissional, conta para oque levou vc chegar onde está. Não se culpar, se sobrecarregar, não viver se perguntando ajuda muito, tente resolver uma coisa de cada vez. Cima ajuda de um psicólogo vc vai conseguir encontrar onde está mais ferido, juntos vcs vão descobrir oque tanto de agride. Muitos fatores podem levar vc a se sentir assim basta vc buscar e saber oque causa mais dor. E bom ver tbm sobre sua ansiedade. Qualquer dúvida estou aqui para ajudar atendo on-line e só me procurar

Não se atormente , não se culpe , não seja seu próprio inimigo. Já basta de tantas cobranças externas de tanta gente julgando o comportamento de possamos ter. Agora vc tem que se dar crédito , vc tem que ser a seu favor. Todos nós tentamos agir da melhor forma de acordo com a nossa consciência a cada momento. Então não se culpe por ter tomado essa ou aquela atitude , fez o que podia de melhor naquele momento. Fica em paz , se dê apoio, não se puna , não se sabote. Pense sempre no melhor para não andar com uma nuvem negra sobre a cabeça. Esta tudo certo, acredite.

Oi. O mais interessante nisso é que você não é uma exceção, infelizmente muitas pessoas sentem esse "vazio" e não sabem porque. A primeira coisa que tenho a lhe dizer é que não está louco, você está incomodado com essa sensação. A segunda coisa é como você percebe todas as suas vivências e conquistas, como você as classifica? Pelo seu texto parece que você não as valoriza, ou acha que são simples de mais. Fico me perguntando o que te leva a pensar que não tem amor, será? o que é amor para você, o que precisaria acontecer para você perceber que tem amor? Me parece que a sua questão talvez esteja mais ligada ao que chamo de merecimento e reconhecimento de si. Talvez você se cobre perfeição, e por isso nunca esteja satisfeito com você e com suas escolhas e caminhos. Mais o que digo para você é, escreva como se sente diante das suas conquistas, dos seus feitos, o que visualiza de positivo em você, sabe comece a exercitar um olhar mais acolhedor com você mesmo. Em vez de ficar procurando algo fora para preencher esse "vazio" comece olhando suas conquistas e valorizando cada uma delas, identifique as ações que te proporcionam bem estar, que te dão energia e coloque seu foco nelas, e as que te não te deixam bem, veja se tem como melhorar, mais não fique circulando nesse momento, nesse pensamento, de um fechamento para a situação. São pequenos passo, mais desafiadores e que começam a mudar sua sintonia e energia. Espero ter contribuído positivamente com você. Najla Mª Giffoni Hissa

Boa tarde. Existem técnicas eficazes que poderão te ajudar. Primeiro entenda que os teus pensamentos não definem quem você é. São apenas pensamentos. Podem ser involuntários, intrusivos e negativos, mas não traduzem a realidade. Permita que eles venham e vão sem emitir julgamentos nem se recriminar por isso. Não tente controlá-los porque isso só os tornará mais recorrentes e ruminantes. Você pode fazer um treino de gentileza: lembre de uma situação onde alguém que você gosta sofreu. Escreva o que você diria para essa pessoa. Escreva em outra folha o que está te causando sofrimento agora. Escreva o que você pensa e fala para si mesmo. Observe se há diferenças entre o que escreveu para a outra pessoa e para você. Pratique a gentileza consigo mesmo. Outra técnica é escrever seus pensamentos e sentimentos sobre situações que te trazem sofrimento. Faça isso por 5 minutos. Em outro papel escreva seus momentos felizes, suas conquistas e superações, também por 5 minutos. Isso ajuda o cérebro a se reorganizar a informação e diminuir a ruminação. Quanto ao objetivo na vida é algo que perturba muitas pessoas, você não está só. Geralmente ele é descoberto quando iniciamos atividades que ajudem os outros, que nos tragam sentimentos de utilidade e de pertencimento. Pode parecer difícil, mas é possível se conhecer e transformar a vida robotizada em vida plena. Sugestão de leitura: fundador da Logoterapia - livro: Em busca de Sentido - Dr. Viktor Frankl . Quanto a "cabeça vazia" observe se você sente algum tipo de ansiedade ou se sente deprimido e anote o que sente para poder identificar. A falta de foco, de perseverança e valorização das conquistas podem ser sintomas de diversas coisas, mas comece observando a ansiedade e pensamentos. Tem muitas outras possibilidades para ajudar você, mas inicialmente verifique sua alimentação, horários e qualidade do sono, companhias, suas prioridades na vida. Espero ter ajudado um pouco. Rosalba T. Cordeiro