Ter controle ou ser controladora

A personalidade controladora também é vista em quem tenta regular sua própria vida, hábitos e rotina. Muitas pessoas, não conseguem confiar em nada e em ninguém.

Ser controladora não significa necessariamente querer ter domínio sobre os outros. Estar no controle de tudo é muito pesado. A busca por estar no controle nos descontrola.

O perfil dessas pessoas é: perfeccionistas, metódicas, ansiosas de difícil conivência. Estão sempre pensando no futuro, antecipando as situações para evitar qualquer tipo de falha ou problema, preocupando-se com tudo e com todos ao seu redor.

O desejo de controlar o incontrolável faz a pessoa sentir impotente gerando um grande sofrimento a pessoa. Nos especialidades sabemos que o controlador vive uma ilusão, afinal, não é possível prever ou ter domínio de todos os aspectos na vida.

Na verdade a gente só consegue controlar algumas coisas, como a comida que vamos comer a roupa que vestimos, por exemplo.

O primeiro passo é reconhecer os sintomas, se identificar como uma pessoa controladora, e a partir dai trabalhar para amenizar o sofrimento.

Para mudar isso tem um jeito: tente! A vida é cheia de novas possibilidades que a gente nem imagina, para conhecer novas formas de ser e de agir precisamos entrar em contato com elas. Tente, experimente, dê um passo, mude.

Faça Terapia!

Usamos cookies que armazenam informações suas com o objetivo de melhorar sua experiência com nossos serviços, de acordo com nossos Termos de Uso.