Crenças não saudáveis que a família nos ensina...

Infelizmente, nem sempre a família é a base de tudo e nem todos os nossos familiares são pessoas mentalmente saudáveis que exercem influências positivas sobre nós. Cada ser humano é único e, por isso mesmo, vemos irmãos criados da mesma forma, sob o mesmo teto, mas com personalidades completamente opostas. Assim como nossos pais podem ser vaidosos, narcisistas, psicopatas…

É forte ler isso? É tão forte escrever isso! Quantas notícias, nos jornais, não vemos sobre ‘um homem que matou a mulher ou mesmo toda a família’? Quantas vezes, quando uma tragédia ganha a mídia, não vemos vizinhos declararem não imaginar tal coisa porque fulano era (ou aparentava ser) um ‘homem do bem’?

Não temos controle sobre a saúde mental de cada pessoa. E é fato, existem pessoas mentalmente doentes construindo lares desestruturados nos quais os filhos são os principais afetados. Crescer em um ambiente onde existe a negligência dos cuidados mentais pode, sim, afetar as pessoas – hoje crianças, amanhã adultos.

Mas isso não define o caráter e nem o destino de ninguém. Mesmo quem cresce sobre essas circunstâncias pode encontrar o equilíbrio necessário para ter uma vida equilibrada, desde de que se livre de crenças impostas, geralmente, pela própria família e educação que recebeu.

Atenção, não estou falando para virar as costas para seus familiares, muito menos que famílias não sabem educar e que não devemos considerar os valores que nos são transmitidos. Apenas que existem famílias compostas por um ou mais membro abusivo/narcisista/vaidoso ou qualquer outra coisa do gênero que acaba abalando e interferindo no crescimento e prosperidade dos outros familiares.

Para casos assim, é preciso cortar o cordão umbilical e caminhar com suas próprias pernas e eu estou aqui para te ajudar nesse processo!

Ame-se! Cuide-se! E, no final, vai ficar tudo bem! Sempre fica!

Kátia Bossan

WhatsApp: (55) 16. 991208060